A primeira consulta no consultório de nutrição geralmente é uma consulta mais longa. Isso porque é o momento em que você está conhecendo seu paciente. Nesta consulta, você precisa captar várias informações para entender como funciona a rotina dele e quais são as demandas dele.

Um grande erro de muitas nutricionistas, é querer resolver todos os problemas do seu paciente na primeira consulta.

Por isso, neste artigo, vou te ajudar a como se organizar para não entupir seu paciente de informação e focar no que realmente importa!

 

Como é a nossa estrutura de atendimento

Temos uma clínica de nutrição, se quiser conhecer acesse nosso site aqui.

Nosso atendimento está dividido em 3 etapas:

  • Anamnese inicial
  • Avaliação da composição corporal
  • Montagem do plano alimentar

Nossa consulta tem duração de 1h, então normalmente faço a anamnese inicial em 20 minutos, faço a avaliação física em 15 a 20 minutos,  e faço a montagem do plano alimentar em 20 minutos.

O nosso nicho é trabalhar com nutrição esportiva, portanto nossa anamnese inicial e avaliação física está adaptada para este público.

Você deve estar pensando? Nossa, mas é pouco tempo pra falar tudo!

Pois é, você não precisa falar tudo logo no primeiro atendimento, abaixo vou te explicar o porquê disso.

 

Como fazer uma ótima consulta sem confundir o paciente

Quando o paciente chega no seu consultório ele está te procurando por um motivo específico. Provavelmente ele tem um problema e quer resolver este problema.

Por exemplo, se ele te procura porque ele quer emagrecer, você já sabe que vai precisar ajudá-lo a perder gordura. Porém, quando você faz sua anamnese você identifica uma série de problemas associados. Por exemplo:

  • o intestino não funciona tão bem
  • ele consome muita bebida alcoólica
  • exagera nos doces
  • está com alteração nos triglicérides
  • começou academia agora e quer melhorar o rendimento nos treinos

Você precisa sim orientar o seu paciente em relação ao que ele precisa melhorar, mas você não vai conseguir resolver tudo na primeira consulta!

 

Porquê você não deve falar tudo no primeiro atendimento

São muitas informações que você acaba passando, o paciente pode ficar perdido, e no final não fazer nada do que você falou, diante de tanta coisa que precisava melhorar.

Por isso, selecione o que vai ser mais importante você focar naquele momento. O que vai ser mais relevante para ajudar seu paciente naquele momento para resolver o problema dele.

Por exemplo, se você vê que ele está disposto a melhorar a dieta, se dedicar na academia, porém não está muito motivado a parar de beber. Não adianta você ficar perdendo muito tempo tentando convencê-lo de que ele precisa parar de beber.

Pode ser que ele ainda não tenha amadurecido essa ideia de diminuir a bebida. Por isso, você pode falar brevemente sobre como a bebida alcoólica pode atrapalhar o tratamento. Depois disso, dedique seu tempo para estruturar um bom plano alimentar que vai ajudá-lo a ter um bom rendimento nos treinos, que isso vai ajudá-lo a perder peso.

Aos poucos, conforme ele for melhorando alguns aspectos na alimentação ele vai conseguir sentir mais disposição, melhorar o funcionamento do intestino e ter uma perda de peso inicial. Com isso, ele passa a se motivar, e já começa a aceitar que terá melhores resultados se abrir mão da bebida.

 

Faça o seu paciente entender que o tratamento nutricional é um processo

É importante na sua conversa inicial, traçar uma meta inicial com seu paciente para que vocês tenham uma perspectiva de como será o tratamento.

Percebo que muitas pessoas que procuram um nutricionista chegam ao seu consultório buscando por uma dieta que ele vai fazer e que vai resolver todos os problemas sem que ele precise retornar.

Muitos não tem consciência de que a mudança de composição corporal e a mudança de comportamento são processos gradativos, e que leva um tempo para que a pessoa consiga melhorar.

 

Não deixe de traçar metas!

Por isso, traçar metas é importante para que seu paciente entenda que ele precisa cumprir aquelas metas para passar para próxima fase do tratamento. 

Além disso, a pessoa precisa entender mais ou menos quanto tempo ela vai precisar passar em consulta com você. É claro que isso é muito relativo, depende do objetivo da pessoa, até onde ela quer chegar, e como está o quadro geral de saúde e rotina dela.

Porém, é possível estimar uma média de quanto tempo a pessoa pode levar para alcançar os resultados. Por exemplo, se a pessoa te procura para perder 6kg. Você sabe que é possível ela perder esse peso em 2 meses, se o metabolismo dela for bom. Mas também pode acontecer de levar mais tempo, e demorar uns 5 meses para atingir essa meta.

Cada organismo responde de uma forma diferente. Porém você pode explicar isso pra pessoa e dizer que pode ser que ela perca esse peso dentro de 2 a 5 meses, dependendo de como for o organismo dela. Assim, a pessoa já começa a entender que ela não vai perder esse peso da noite pro dia.

Além disso, oriente seu paciente sobre qual seria a melhor data para uma próxima consulta. Você pode dar intervalos de 30 dias ou 2 meses entre uma consulta e outra. Mas dependendo do seu nicho e de cada caso, pode ser menos tempo ou mais tempo do que isso.

O mais importante é seu paciente saber quando ele vai precisar te ver de novo.

 

O que fazer para ajudar seu paciente com informações que não conseguiu passar na primeira consulta

Algumas queixas de seu paciente é importante que você vá trabalhando aos poucos com ele. E em muitos casos, é possível que não consiga dedicar tanto tempo apara abordar todas as queixas na primeira consulta.

No exemplo que citei acima, da pessoa que quer emagrecer, porém descobriu outros problemas associados que podem atrapalhar, como o excesso de bebida alcoólica e doces.

Você percebeu que os doces, a pessoa já estava mais disposta a abrir mão na primeira consulta, então você pode até traçar uma meta para redução do consumo de doces para que a pessoa consiga colocar isso em prática para próxima consulta.

Porém, você percebeu que ele ainda não estava tão disposto a largar a bebida, porque está relacionada à vida social dele.

O que você pode fazer, para que ele comece a refletir sobre isso é enviar algum material pra ele sobre este assunto. Seja um post no blog que você escreveu ou um vídeo que você gravou sobre este assunto.

Veja neste outro post como escrever um post de nutrição.

A pessoa tendo acesso à estas informações ela vai começando a considerar a hipótese de reduzir a bebida para melhorar os resultados.

Enviar este tipo de informação após a consulta é super válido! Você estará dando um suporte com as informações que não conseguiu abordar na consulta inicial. Além disso, estará demonstrando ao seu paciente que você se importa com ele e que não esqueceu dele.

 

Por isso, não se preocupe se não conseguir falar tudo que precisa! O tratamento de nutrição é um processo que exige que a pessoa retorne para que você consiga trabalhar no que for preciso no momento certo.


Tainá Carvalho – Nutricionista Esportiva